Pepetela nasceu em Benguela, Angola, em 1941.

28
Jun 08

 

 
«Então não havia o Afeganistão, a Somália, o Irão ou a Colômbia, países ideais para um americano morrer de morte matada, sem levantar muitas comoções nem pasmos, pois eram territórios já habituados a serem tratados de promotores e antros de horripilantes antiamericanismos? Aí tanto fazia, mais um menos um, não provocava qualquer crise mundial.
Porque iria logo escolher a pacífica Benguela, onde, de memória de gente, nunca nenhum americano tinha morrido, nem mesmo quando os ianques andaram a apoiar, abertamente ou de caxexe, os famigerados "terroristas", linguagem oficial de um dos lados, "lídimos e heróicos defensores da democracia" no dizer do outro lado?
Mas foi assim que aconteceu, o engenheiro gringo bateu subitamente a caçoleta na pachorrenta cidade das acácias rubras, para grande tristeza e preocupação dos governantes, locais e nacionais, e perante a indiferença da maioria da população, ocupada na legítima e cada vez mais problemática azáfama de sobreviver.»
publicado por pepetela às 07:57

comentário:
Olá, Pepetela.
Tomei conhecimento do seu blog através dos destaques do SAPO.
Sua vida não deve ter sido lá muito fácil com tantas lutas e tantos obstáculos a saltar; fico imaginando. Gostaria muito de ter acesso a algumas de suas obras (as do Jaime Bunda, por exemplo). Como faço para isso?
Sou escritor também, além de publicitário e professor de diversas matérias ligadas a marketing e publicidade. Para me conhecer um pouco mais como pessoa e profissional, basta fazer uma visita ao propaganda e arte e ao site da minha agência de propaganda, aqui no Rio de Janeiro: www.tradeagencia.com
Gostaria de trocar algumas idéias sobre literatura, com você e saber da possibilidade de divulgar um livro meu que está "saindo do forno" através de uma editora lusa, situada na Cidade do Porto. Além disso, estou negociando com um empresário de Angola a representação aqui no Brasil de uma revista daí. Seria uma oportunidade única de trocar idéias com você sobre a mulher angolana. Assim ficarei melhor informado e terei condições de argumentar mais e melhor com as empresas de publicidade daqui do Rio de Janeiro acerca dessa revista (CHOCOLATE).
Fica desde já o meu blog à sua disposição para materiais que queira postar.
Agradeço o tempo dedicado à esta leitura e fico no aguardo de seu contato.
Grande abraço! E parabéns pelo destaque.

Marco Aurélio Cidade.
propagandaearte a 18 de Setembro de 2008 às 22:21

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
20




mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
arquivos
2009

2008