Pepetela nasceu em Benguela, Angola, em 1941.

01
Jul 08

Pepetela nasceu em Benguela, Angola, em 1941.

Licenciou-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio.
Foi guerrilheiro pelo MPLA, político e governante.
Desde 1984 é professor na Universidade Agostinho Neto, em Luanda, e tem sido dirigente de associações culturais, com destaque para a União dos Escritores Angolanos e a Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde.
A atribuição do Prémio Camões (1997) confirmou o seu lugar de destaque na literatura lusófona.
publicado por pepetela às 08:37

 

 
E se a vida animal de repente desaparecesse da Terra, excepto num pequeno recanto do mundo e em doses mínimas? Talvez as causas se conheçam depois, mas o que importa é a existência de alguns seres, aturdidos pelo desaparecimento de tantos, e procurando sobreviver. É sobre estes sobreviventes e as suas reacções, desejos, frustrações mas também pequenas/grandes vitórias que trata este romance. Detalhe importante: o recanto do mundo que escapou à hecatombe situa-se numa desgraçada zona da desgraçada África, o que permitirá questionar as relações contemporâneas no Velho Mundo.
 
 
publicado por pepetela às 07:55

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
arquivos
2009

2008